VÍDEO INSTITUCIONAL

O QUE É O PRÊMIO

O Prêmio seLecT de Arte e Educação foi criado para valorizar e incentivar escolas, instituições de arte, espaços de ensino, grupos de estudo, projetos artísticos colaborativos e iniciativas inovadoras e experimentais que favoreçam os diálogos e os vínculos entre arte e educação. Serão concedidos dois prêmios de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para as categorias Artista e Formador, para projetos realizados em todo o território nacional no biênio 2015/2016.

A categoria Artista contempla autores de obras artísticas cuja proposta ou foco de pesquisa envolvam estratégias de formação e mediação, visando promover o pensamento crítico e/ou as relações entre o indivíduo e seu meio social. A categoria Formador contempla professores, agenciadores, mediadores ou instituições responsáveis por projetos comprometidos com uma pedagogia para as artes, assim como com o empreendimento de modelos inovadores de educação da arte ou pela arte.

As inscrições acontecem a partir de 5 de dezembro de 2016 e encerram-se em 13 de março de 2017, até 23h59. Os projetos inscritos serão analisados por um Júri de seis integrantes, que este ano será presidido pela professora, artista e pesquisadora Giselle Beiguelman. Os responsáveis pelos 10 (dez) projetos finalistas serão convidados a realizar uma apresentação no Seminário de Arte e Educação, que acontece no auditório do Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo, durante os dias 3 e 4 de maio.
Leia o regulamento.

FAQ

Para participar, os interessados devem preencher uma ficha de inscrição disponível no site.

Artistas cuja proposta artística, em qualquer linguagem, meio e formato, tenha como foco de pesquisa estratégias de formação e mediação socioeducativas.

Responsáveis por planos de trabalho, processos e formulações comprometidas com uma pedagogia para as artes e com propostas de modelos inovadores em educação da arte ou pela arte.

O Seminário de Arte e Educação consiste em uma importante etapa da premiação, servindo não apenas como espaço para apresentação e discussão dos 10 (dez) trabalhos selecionados pelo Júri, mas também como ponto de trocas entre os participantes e o público. Com entrada franca, o seminário será voltado para estudantes, artistas, pesquisadores, outros interessados e especialistas da área.

O julgamento das obras ou projetos inscritos em cada categoria será realizado em três fases. Na primeira fase, as obras inscritas em cada categoria serão conhecidas, analisadas e discutidas de forma coletiva pelo corpo de 3 (três) jurados da Comissão de Seleção, durante reuniões realizadas no mês de março de 2017. Cabe à Comissão de Seleção realizar a pré-seleção de 50 (cinquenta) projetos – 25 de cada categoria –, dentre todos os inscritos. Na segunda fase, as obras pré-selecionadas pela Comissão de Seleção serão conhecidas, analisadas e discutidas de forma coletiva pelo corpo de cinco jurados da Comissão de Premiação, durante reuniões realizadas no mês de março de 2017. Cabe à Comissão de Premiação realizar a seleção de 10 (dez) obras/projetos finalistas – 5 na categoria Artista e 5 na categoria Formador). Na terceira fase, os responsáveis pelas obras ou projetos finalistas serão convidados a realizar uma apresentação no 1º Seminário seLecT de Arte e Educação, que terá lugar no auditório do Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, em 3 e 4 de maio de 2017. A Comissão de Premiação se reunirá após o último dia de seminário, para deliberar sobre as duas obras ou projetos vencedores do 1º Prêmio seLecT de Arte e Educação.

O anúncio das 10 (dez) obras ou projetos finalistas será feito no site www.premio-select.com.br, em 5 de abril de 2017.

juri_selecao-premiacao_giselle_beiguelman_1

GISELLE BEIGUELMAN

Preside os júris de Seleção e de Premiação do 1º Prêmio seLecT de Arte e Educação. É artista e professora livre-docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). Atua na criação e desenvolvimento de aplicações digitais desde 1994 e na área de preservação de obras de artemídia. É coordenadora do Grupo de Pesquisa Estéticas da Memória no Século 21, membro do Laboratório para Outros Urbanismos (FAU-USP) e do Interdisciplinary Laboratory Image Knowledge da Humboldt-Universität zu Berlin. É autora das obras O Livro Depois de Livro, Nomadismos Tecnológicos (com Jorge La Ferla) e Futuros Possíveis: Arte, Museus e Arquivos Digitais (com Ana Gonçalves Magalhães).

juri_selecao_paulo_portella_1

PAULO PORTELLA FILHO

Implantou e coordenou as atividades do Serviço Educativo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, entre 1975 e 1987, e o Serviço Educativo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) e, posteriormente, o Ateliê do Masp. É professor de Arte para crianças, jovens e adultos, tanto da rede pública estadual como da rede privada, sendo responsável pela criação da Área de Artes para o Primeiro Grau da Escola Carlitos de São Paulo e pelas atividades de ateliê no Curso de Especialização em Arte e Educação da ECA-USP. Consultor da revista Nova Escola para atividades relacionadas ao ensino da Arte. Integrou também a equipe de educadores do Programa Como Fazer da TV Escola do Ministério da Educação.

juri_selecao_paula_alzugaray

PAULA ALZUGARAY

Curadora do Prêmio seLecT de Arte e Educação e editora da revista seLecT. É curadora independente, crítica de arte e jornalista especializada em artes visuais. Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e Mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da USP. É autora do livro Regina Vater: Quatro Ecologias (Oi Futuro/Fase 3, 2013). Entre seus projetos curatoriais incluem-se A Invenção da Praia (Paço das Artes, Abril-Jun 2014) e Circuitos Cruzados – Centre Pompidou Encontra o MAM (MAM-SP, Jan-Mar 2013).

juri_premiacao_cayo_honorato

CAYO HONORATO

Professor adjunto no Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília (UnB), na área de História e Teoria da Educação em Artes Visuais, pesquisando principalmente os públicos e a mediação cultural no âmbito das relações entre as artes e a educação. Doutor em Educação, na linha de Filosofia e Educação, pela FE-USP, com tese sobre a formação do artista. Integra a rede Another Roadmap for Arts Education e colabora com o grupo de mediação extrainstitucional, em atuação nas redes sociais.

juri_premiacao_regina_silveira

REGINA SILVEIRA

Artista multimídia, gravadora, pintora e professora. Graduada em Artes Plásticas pelo Instituto de Artes da UFRGS (1959), fez Mestrado (1980) e Doutorado (1984) na Escola de Comunicações e Artes da USP. Ensinou no Instituto de Artes da UFRGS (1964-1969), na Universidade de Porto Rico, Campus de Mayaguez (1969-1973), na Faap, em São Paulo (1973-1985), e é docente aposentada do Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP, onde ensinou desde 1974. No ano 2000, foi condecorada com o Prêmio Cultural Sérgio Motta.

juri_premiacao_rosa_iavelberg

ROSA IAVELBERG

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP), com Mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo e Doutorado em Artes pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Especialista em Arte-Educação I e II pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. É professora livre-docente e pesquisadora atuante na Graduação e na Pós-graduação do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Foi também diretora do Centro Universitário Maria Antônia da USP (de 2006 a 2009).

juri_premiacao_thiago_honorio

THIAGO HONÓRIO

Artista visual com graduação em Artes Visuais pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Mestrado e Doutorado em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade São Paulo (ECA-USP). Professor dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Artes Visuais da Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) e da Pós-Graduação em Fotografia, na mesma instituição.

juri_selecao-premiacao_giselle_beiguelman_1

GISELLE BEIGUELMAN

Artista e professora livre-docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). Atua na criação e desenvolvimento de aplicações digitais desde 1994 e na área de preservação de obras de artemídia. É líder do Grupo de Pesquisa CNPq/FAU-USP Estéticas da Memória no Século 21, membro do Laboratório para Outros Urbanismos (FAU-USP) e do Interdisciplinary Laboratory Image Knowledge da Humboldt-Universität zu Berlin. É autora das obras O Livro Depois de Livro, Nomadismos Tecnológicos (com Jorge La Ferla) e Futuros Possíveis: Arte, Museus e Arquivos Digitais (com Ana Gonçalves Magalhães).

ÚLTIMAS